Documento sem título
Institucional
»
Empório Medicinal
»
Laboratórios
»
Qualidade
»
Empório Social
»
Serviços
 
 
Notícia - Você sabe qual exercício é recomendado para sua idade? 24/06/2020
Você sabe qual exercício é recomendado para sua idade?

Independente da idade, a prática regular de exercícios físicos proporciona uma série de benefícios ao nosso corpo, garantindo nossa energia e bem-estar - agora e também no futuro.

E não é preciso ser um atleta olímpico. Com uma frequência moderada, realizando o tipo adequado à sua idade, você já consegue tirar proveito dos exercícios.

Crianças, por exemplo, devem ser incentivadas a realizar exercícios que estimulem a coordenação, como danças. Já os idosos, que não possuem mais o corpo tão forte e ágil como antes, podem se beneficiar de atividades suaves, como tai chi chuan.

Os benefícios que os exercícios físicos proporcionam

O controle do peso é apenas um dos benefícios de manter-se ativo. Você também descobrirá como sua respiração, postura e circulação sanguínea melhoram. Além disso, os exercícios físicos fortalecem o sistema imunológico, e, a longo prazo, é muito eficaz na prevenção de dores musculares.

E não é somente o corpo que pode se beneficiar com os efeitos positivos das atividades físicas. O exercício propicia benefícios psicológicos, incluindo melhorias na autoconfiança e no estado de alerta mental e alívio de transtornos do humor.

Confira, agora, uma relação com exercícios físicos indicados para todas as fases da vida: infância, adolescência, idade adulta e velhice. Adapte-os segundo sua própria realidade e condição - o que importa é manter o corpo ativo e a mente sã!

Atividades físicas recomendadas para cada fase da vida:

Infância

Se adquirir o bom hábito de se exercitar quando jovem, é provável que se mantenha ativo quando for mais velho. O exercício nos primórdios da infância é informal – correr pelo quintal, praticar natação e assim por diante. Crianças na fase escolar são incentivadas a fortalecer a musculatura e aumentar a coordenação, participando de atividades esportivas e físicas, como treinos de futebol, encontros de atletismo e aulas de dança.

A obesidade infantil tem efeitos de longo prazo sobre a saúde e o bem-estar, aumentando o risco de pressão arterial alta, diabetes e câncer na idade adulta. O tempo gasto por crianças em atividades sedentárias, como assistir à TV, deve ser limitado. Os pais podem servir de modelos de um estilo de vida enérgico, participando com os filhos de atividades como pique-esconde, andar de bicicleta e jogar bola.

Adolescência

Estresse e ansiedade podem provocar dor ou piorar uma já existente. Participar de 1 hora diária, pelo menos, de atividade física durante a adolescência estimula a autoestima e o bem-estar psicológico, diminuindo as chances de depressão e de outras questões de saúde mental.

Programas de educação física no ensino médio oferecem atividades extracurriculares que ajudam a evitar problemas de saúde, como colesterol alto, hipertensão e obesidade. Ginástica e artes marciais, por exemplo, são meios divertidos de fazer um adolescente largar a preguiça e se mexer!

Equipes esportivas, como as de basquete, vôlei e futebol, são a forma ideal de se obter um ótimo treino aeróbico, fortalecendo músculos e ossos – e a experiência de equipe também é excelente para o desenvolvimento social e mental dos adolescentes.

20 anos

Finalmente adulto! Mas não se esqueça de manter a aptidão física. O treino de força – como levantamento de pesos – é importante agora, pois acelera o metabolismo, alivia dores nas costas e ajuda a ter uma boa noite de sono. Gostaria de malhar em casa? Então confira essas dicas!

Essa é a década em que você atinge o ápice físico, porém, para se manter no topo e garantir que a dor não atrapalhe, é preciso mesclar – tente uma série de exercícios de cross-training a cada semana. De escalada indoor a danças, estimule o corpo de diversos modos.

Se começou a trabalhar em expediente integral, não deixe a aptidão física de lado. Vá para o trabalho a pé, use as escadas em vez do elevador, corra na hora do almoço… tudo ajuda a evitar qualquer dor após um dia inteiro sentado à mesa ou em pé ao balcão. Além disso, as endorfinas e demais substâncias químicas liberadas pelo corpo irão melhorar seu humor.

30 e 40 anos

O metabolismo começa a desacelerar, o que pode levar ao ganho de peso e a condições clínicas dolorosas como diabetes. Fique longe de gorduras e açúcar em excesso e opte por atividades enérgicas visando manter a aptidão física, como corrida, treino em circuito e boxe.

Foque em exercícios de resistência: eles estimulam a saúde cardíaca e reduzem a chance de pressão alta. Tênis, boxe e remo são ótimos para fazer o coração bombear e ampliar a sua capacidade de resistência.

Exercícios calistênicos podem ajudar a prevenir o surgimento de osteoporose. Comece com os de baixo impacto (caminhada enérgica) e, se possível, passe para os de alto impacto (aeróbica e saltos).

50 e 60 anos

Exercícios de cárdio podem prevenir doença cardiovascular. Se estiver em forma, tente fazer polichinelos por 2 minutos ao dia. Caso precise ganhar resistência, comece nadando um pouco e, depois, passe para 30 minutos por dia.

Questões de mobilidade relativas à dor nas costas podem surgir mais tarde. Fortaleça os músculos dorsais com abdominais assistidos todo dia – quando estiver forte o suficiente, chegue a 50 abdominais livres diários. E confira também uma série de exercícios para evitar dores nas costas!

Ter bom equilíbrio significa ser menos propenso a cair e a se lesionar agora e na velhice. Em pé, ereto, mãos ao lado do corpo, levante a perna direita, coxa na horizontal. Sustente essa posição por 30 segundos. Abaixe a perna direita e repita o exercício com a perna esquerda.

Faça o levantamento de perna de duas a quatro vezes, alternadamente. Você também pode usar uma bola de ginástica para realizar esse exercício, mas nesse caso tome cuidado redobrado para não se machucar.

65 anos ou mais

O corpo não é tão forte e ágil quanto antes, mas não deixe de se exercitar! Atividades suaves – tai chi e ioga – favorecem o equilíbrio e a flexibilidade, evitando dores articulares.

Caso não tenha problemas de mobilidade, a caminhada diária é uma ótima ideia. Andar uma hora por dia reduz em até 50% o risco de doença cardíaca, além de diminuir também as chances de câncer de intestino, mama ou próstata.

Se for aposentado busque um hobby ao ar livre, isso irá minimizar as chances de dores causadas por sedentarismo.

Fonte: Seleções
 
 
Serviços feitos para você!
 
Orçamento Online
 
Delivery e Coleta de Receita
 
Atenção Farmacêutica
 
Cartão Fidelidade
 
Unidades Empório Medicinal
Escolha a loja mais próxima de você.
 
Vila Formosa
Av. Dr. Eduardo Cotching,1885 - Lj2
 
Vila Carrão
Av. Conselheiro Carrão, 2802
 
Tatuapé
Rua Monte Serrat, 1254
 
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba nossas promoções e lançamentos.
   
Horário de
Funcionamento:

Segunda a Sexta
das 9h às 18h
Sábados das
9h às 16h
Copyright © 2013 - Todos os direitos reservados | Produzido por FrameSet